Atenção

Fechar

CBCA

Faturamento de materiais de construção deve crescer 4% em 2020

23/01/2020 | Notícia | AECweb

Pesquisa da Abramat aponta que, em 2019, setor aumentou 2%. Com relação ao emprego, em dezembro, o número de vagas se manteve estável, com variação nula

Conforme informações da Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat), em dezembro do ano passado, as vendas no setor cresceram 2% em comparação a novembro. Este resultado, acumulado aos dos demais meses do ano, confirmaram 2019 como um ano positivo para o setor produtivo, que teve alta de 2% no faturamento frente a 2018.

O crescimento nas vendas de materiais de construção chega a seu segundo ano consecutivo, após as retrações apuradas entre 2015 e 2017. De acordo com a Abramat, a alta observada em 2019 confirma a compreensão das lideranças do segmento de que há uma recuperação em curso.

“A indústria de materiais de construção aponta para o crescimento. Tendo sido 2019 um ano dentro do esperado, a previsão é registrarmos um crescimento maior em 2020. Isso se confirmando, será o terceiro ano de crescimento, aumentando a possibilidade do setor se estruturar para que essa tendência positiva seja sustentável”, destacou Rodrigo Navarro, presidente da Abramat.

A pesquisa da entidade apresentou, ainda, projeção de crescimento de 4% no faturamento do setor em 2020.

Com relação ao emprego no setor, em dezembro, o número de vagas se manteve estável, com variação nula em comparação ao mesmo mês de 2018. No acumulado do ano, houve queda de 0,3% no número de funcionários.

Apesar disso, em 2019, as indústrias de materiais básicos aumentaram 0,3%, enquanto as fabricantes de materiais de acabamento caíram 1,3%.

Veja a matéria na íntegra.

 

Todas as Notícias

Confira também

Não é cadastrado?

Faça agora seu cadastro no site do CBCA e tenha acesso a conteúdos exclusivos e inscrições online. O cadastro no site do CBCA é gratuito, simples e rápido.

QUERO ME CADASTRAR

INDIQUE

Obrigado!
Sua indicação de conteúdo foi enviada com sucesso.