Atenção

Fechar

Ponte Do Futuro

31/08/2017 | Notícia | Revista Arquitetura & Aço - Edição 49 – Junho de 2017

Edifício comercial em construção em Fortaleza (CE) inova ao apresentar linhas arquitetônicas futuristas e chama atenção ao usar o aço para vencer um vão de 35 m

Um novo empreendimento comercial, cujo apelo arquitetônico impressiona por suas formas e dimensões, está sendo erguido em Fortaleza, no Ceará, e deve ficar pronto em dois anos. O edifício BS Design Corporate Towers, que leva a assinatura do escritório Daniel Arruda Arquitetura, ocupará 72.469,61 m² de área construída e apesar de ainda não estar pronto, já chama atenção da população por seu caráter escultural – diferentemente dos prédios convencionais, o prédio apresenta um design futurista e arrojado.

Conforme revela o arquiteto Daniel Montenegro Arruda, que responde pelo projeto, a construção foi concebida para ser um novo ícone arquitetônico na cidade. “Buscamos um conceito inovador e projetamos o edifício com um formato orgânico baseado em referências regionais. A concepção é inspirada na vela de uma jangada, um importante e tradicional símbolo de Fortaleza”, explica.

Para dar vida ao prédio comercial, que abrigará salas e lojas de tamanhos variados, além de um grande centro de convenções, o conjunto arquitetônico foi idealizado com duas torres em concreto interligadas por um bloco suspenso estruturado em aço.

Na construção, 1.350 toneladas do material foram usadas nas estruturas, que contam com perfis laminados do tipo W, além de perfis soldados e tubulares.

Segundo Arruda, a escolha do aço foi natural, pois, do contrário, não seria possível atender às exigências arquitetônicas e construtivas dentro de um custo-benefício positivo. “A ponte suspensa precisava vencer um vão livre de 35 m e servir de abrigo para a praça pública que fica no pavimento térreo do conjunto, idealizada como um presente para a população”, diz o arquiteto.

As estruturas metálicas também foram importantes para conferir beleza ao conjunto, que conta com soluções mistas, lajes em steel deck e elementos diagonais da fachada constituídos por esbeltos perfis em aço.

Desafios De Montagem

Desde que começou a ser executado, o projeto já exigiu várias adaptações dos elementos estruturais para atender a proposta arquitetônica, principalmente no trecho da ponte. Como a montagem e a execução da ponte suspensa sempre foram motivo de preocupação entre os envolvidos, os conceitos estruturais foram estudados visando uma montagem eficiente e precisa. “Após uma série de estudos desenvolvidos em conjunto com o projetista, fabricante de estruturas e com a montadora, adotamos um plano de montagem iniciado pelo pavimento técnico inferior e, posteriormente, complementamos o mesmo com a montagem incremental dos pavimentos seguintes”, detalha Arruda, que reforça, ainda, que as etapas, deformações da estrutura e tensões oriundas dos modelos estruturais nas fases intermediá- rias estão sendo acompanhadas de perto até o término da obra. (E.Q.)

Fachadas frontais levam vidros de controle solar com sistema construtivo do tipo unitizado

Todas as Notícias

Confira também

Não é cadastrado?

Faça agora seu cadastro no site do CBCA e tenha acesso a conteúdos exclusivos e inscrições online. O cadastro no site do CBCA é gratuito, simples e rápido.

QUERO ME CADASTRAR

INDIQUE

Obrigado!
Sua indicação de conteúdo foi enviada com sucesso.