Atenção

Fechar

Minha casa, meu contêiner

21/05/2015 | Notícia | Hoje em Dia - Belo Horizonte - MG - Maio-2015

 Estrutura de aço ganha espaço como moradia e loja

"É possível cobrir o contêiner todo. Mas as pessoas sempre deixam alguma característica à vista, por ser inovador"
Leonardo Cunha – Diretor da EcoGeração

Fabricadas em poucos dias, sustentáveis, inovadoras e com preços atrativos. Novidade no Brasil, as casas contêineres crescem a passos largos e ganham mercado, principalmente, nos condomínios fechados e atendendo a um público exigente.

No mercado há oito anos, o diretor da EcoGeração Casa contêiner, Leonardo Cunha, afirma que as vendas aumentam 25% ao ano. “A pegada sustentável tem muita atratividade", afirma. De olho nesse nicho, novas empresas se preparam para abocanhar uma fatia do segmento.

Pelo menos 50 casas já foram entregues pela EcoGeração, com sede na região do Barreiro. De acordo com Cunha, é possível fabricar empreendimentos. a partir de 15 metros quadrados, chamados de miniquitinetes. Na empresa, o m² gira entre R$1,8mil e R$ 24 mil, dependendo do acabamento. Uma casa de alvenaria de padrão médio, segundo a Câmara do Mercado Imobiliário e Sindicato do Mercado Imobiliário de Minas Gerais (CMI/Secovi-MG), gira em torno de RS 3,5 mil para comercialização. "Enquanto os materiais de construção aumentaram, nossos preços se mantiveram estagnados", diz o diretor da EcoGeração.

A ideia surgiu após Cunha, que é publicitário, estudar um ano na Alemanha, onde fez estágio em uma empresa de operação de contêineres. Depois de voltar ao Brasil, a inovação foi colocada em prática, e deu certo.

Hoje, está em produção uma casa de 84 metros quadrados em um condomínio fechado de Itabirito, na região Central de Minas. "Normalmente, quem investe em uma casa contêiner já tem, uma ou duas residências". diz.

Questionado sobre o conforto, o executivo é enfático. Além de a estrutura ser forrada por dentro e por fora, uma substância chamada thermoclinic é utilizada para reter 89% do calor.

Neste caso, não é necessário desembolsar fortunas com ar-condicionado.

Quem utiliza os contêineres aprova. A proprietária da franquia Container ecology Store, Fernanda Crespo, afirma: que a estrutura chama a atenção, "Eu já tive loja de alvenaria e não vejo diferença. Mas percebo que as pessoas entram aqui e ficam olhando ao redor. reparando a estrutura. É mais atrativo", diz a empresária.

Localizada no Itau Power- Shopping, a loja comercializa roupas multimarcas.

Novos Entrantes

De olho nesse filão, outras empresas surgem em Minas Gerais. Com sede em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), a Edificare foi inaugurada no começo do ano e já vendeu o projeto de duas miniquitinetes e de um condomínio. Segundo o proprietário, José Leonardo Mattos da Silva, a empresa tem capacidade para fabricar duas unidades por mês.

A Gren Vallie, da administradora Cristiane Madureiro, também se prepara para entrar no mercado no próximo semestre. A proposta dela, no entanto, é um pouco diferente. "Vamos entregar a casa contêiner decorada. com eletrodomésticos, pronta para o cliente", afirma.

Gastronomia

Além de atuar na área de residências, a Edificare chega ao mercado com a demanda de desenvolver um contêiner para vender cerveja, elaborado em parceria com uma cervejaria de São Gonçalo do Rio Abaixo. "Nele, tem tudo o que é necessário para servir a bebida. A cervejaria pode aluga-lo para festas e eventos ou até mesmo levá-lo para a rua", diz. Silva.

Na mesma linha, a EcoGeração está desenvolvendo um contêiner grill. A estrutura será utilizada para vender espetinhos. Todos os oito contêineres produzidos pela EcoGeração já foram comercializados. Pelo menos outros 12 devem ser fabricados.

Reportagem: Tatiana Moraes

Todas as Notícias

Confira também

Não é cadastrado?

Faça agora seu cadastro no site do CBCA e tenha acesso a conteúdos exclusivos e inscrições online. O cadastro no site do CBCA é gratuito, simples e rápido.

QUERO ME CADASTRAR

INDIQUE

Obrigado!
Sua indicação de conteúdo foi enviada com sucesso.