Atenção

Fechar

CBCA

Aço para Toda Obra

02/01/2019 | Notícia | Revista Arquitetura & Aço - Edição 52

A construção em aço está presente no Sul há bastante tempo e, hoje, conta com um amplo e consolidado parque de fornecedores qualificados na região: de fabricantes de estruturas a prestadores de serviços, de revendas a profissionais especializados. É possível concretizar todo tipo de obra na região. E a reposta aparece prontamente. Com projetos de qualidade e em tipologias cada vez mais diversificadas, o aço avança e ocupa seu espaço no mercado da construção no Sul do país. Confira alguns exemplos de obras realizadas e já publicadas em edições anteriores de Arquitetura & Aço.

Arena da Baixada, Curitiba, PR

Projeto arquitetônico: Carlos Arcos Arquitetura • Área construída: 124 mil m² • Conclusão da obra: 2014

Para receber jogos da Copa do Mundo de 2014, a Arena da Baixada passou por uma reforma que adicionou um novo setor, com áreas de imprensa, de alimentação e camarotes, além da grandiosa cobertura da arena, projetada com estruturas em aço pela empresa alemã Schlaich Bergermann und Partner. Na cobertura, mais de 4.880 toneladas do material foram empregadas. A estrutura cobre um vão livre central de 196 m e inclui arquibancadas e gramado. É composta por duas vigas treliçadas de perfis soldados, com altura de 10 m e largura de 4,5 m. As duas vigas principais suportam um sistema de treliças secundárias, espaçadas a 9,80 m, com vãos laterais de 42 m e central de 68 m. “Arcos de aço sobre as treliças secundárias recebem a cobertura em chapas de policarbonato”, detalha Ângela Mariani dos Santos, gerente de contratos da Brafer, empresa que forneceu as estruturas.

Arena da Baixada

Passarela do Shopping Mueller, Curitiba, PR

Projeto arquitetônico: Adolfo Sakaguti • Área construída: 61 m² • Conclusão da obra: 2003

Construída em aço e vidro, a passarela suspensa entre o edifício-garagem e o Shopping Mueller, em Curitiba (PR), conduz os consumidores às áreas de cinema e compras. De aspecto futurista, a obra cruza o espaço aéreo da Rua Mateus Leme e contrasta com a antiga construção tombada pelo Patrimônio Histórico. A passagem suspensa a 8,50 m de altura, tem 61 m de comprimento e é sustentada por delgados tubos de aço em suas extremidades – os quais foram projetados para não atrapalhar o trânsito da região. A estrutura, que consumiu 53 toneladas de aço para sua execução, conta, ainda com fechamentos em vidro e esteiras rolantes para permitir a contemplação da rua e o conforto dos pedestres em seu interior.

Shopping Mueller

Centro Universitário Positivo, Curitiba, PR

Projeto arquitetônico: Manoel Coelho e Antonio Abrão • Área construída: 100 mil m² • Conclusão da obra: 2010

"Previsto para ser implantado em etapas, mas de forma contínua, combinando elementos construídos in loco e o uso de estruturas metálicas, em técnicas diversas e prazos curtíssimos", como explica o arquiteto Manoel Coelho, o Centro Universitário Positivo é um complexo com mais de 100 mil m2 de área construída, dedicados ao estudo, ao lazer e até à meditação. As peças em aço estão presentes em diversos setores do campus, como na Biblioteca Central, onde o aço contribui para vencer vãos de até 45 m. No Centro Esportivo, o material contribuiu para a criação de amplos espaços, sendo utilizado, inclusive, na estrutura da grande cobertura, que vence vãos de 58,6 m e contém um módulo retrátil na área central da piscina. Já na praça de alimentação, com 1.000 m², o aço surge no vão livre formado por uma grelha metálica, com cobertura sustentada por pórticos de aço. E, ainda, em brises, marquises de acesso e escadas dos blocos do setor acadêmico, além do Templo da Paz, a capela construída sobre o lago, com estrutura totalmente em aço.

Centro Universitário Positivo

Aeroporto Internacional Afonso Pena, Curitiba, PR

Projeto arquitetônico: PJJ Malucelli Arquitetura e Engenharia • Área construída: 77 mil m² • Conclusão da obra: 2016

Para que pudesse ser modernizado e ampliado, o Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, região da Grande Curitiba, passou por uma intervenção que teve o aço como protagonista. Empregada nos fechamentos laterais, coberturas e pontes de embarque, as estruturas metálicas ajudaram a conferir versatilidade, leveza e resistência à obra. Os perfis de aço tubulares curvos, que formam a estrutura de sustentação da cobertura, bem como os fechamentos laterais, feitos em perfis de aço, também foram importantes para trazer um diferencial arquitetônico. “As cores adotadas nas chapas metálicas pré-pintadas, que revestem a fachada, compõem um grande mosaico, permitindo uma leitura contemporânea. O projeto também ganhou destaque e contraste junto às pontes de embarque, pintadas em vermelho”, explica o arquiteto Paulo José Malucelli.

Aeroporto Internacional Afonso Pena

Shopping Pátio Batel, Curitiba, PR

Projeto arquitetônico: Antônio Paulo Cordeiro • Área construída: 110 mil m² • Conclusão da obra: 2013

A fachada e a cobertura, ambas transparentes e estruturadas em aço, são o destaque no projeto do arquiteto Antonio Paulo Cordeiro. Para que a fachada, de 20 m de altura, por 44 m de extensão, fosse esbelta, leve e ao mesmo tempo transparente, foram considerados ligações especiais e tirantes de aço associados a vigas de vidro. A cobertura, por sua vez, formada por figuras geométricas irregulares, demandou precisão e detalhamento além do usual. “A estrutura forma um grande arco irregular, onde as faces laterais são uma continuidade da cobertura em si”, explica Cordeiro. A área destinada ao cinema conta com um vão livre de 41 m e pé-direito de 13 m. “A estrutura atende aos requisitos para a implantação do que há de mais moderno em projeção, com cargas que diferem do normal. Também atende à plástica requerida pela arquitetura, sendo visível por quem observa o shopping do lado de fora”. No total, 1.639 toneladas de aço foram utilizadas na obra.

Shopping Pátio Batel

Ibis, Maringá, PR

Projeto arquitetônico: Dória Lopes Fiuza Arquitetos Associados • Área construída: 5.600 m² • Conclusão da obra: 2002

A concepção do Hotel Ibis Maringá, construído em terreno de pequenas dimensões e idealizado com dez andares, exigia rapidez na sua execução. O primeiro edifício de múltiplos andares da rede hoteleira no Paraná foi executado totalmente em aço e em apenas três meses. “A decisão pela estrutura em aço foi fundamental para cumprir o nosso prazo”, afirma o arquiteto Waldeny Fiuza, do escritório Dória Lopes Fiuza Arquitetos Associados, responsável pelo projeto. A estrutura consumiu 280 toneladas de aço ASTM A36. O layout interno do edifício conta com divisórias em drywall para assegurar a maior flexibilidade dos espaços destinados aos hóspedes.

Ibis

Supermercado Angeloni, Criciúma, SC

Projeto arquitetônico: Douglas Piccolo • Área construída: 37.400 m² • Conclusão da obra: 2011

Uma grande reforma, em 2011, transformou o supermercado Angeloni, de Criciúma (SC) , acrescentando mais de 26.000 m2 de área ao local. A opção pelas estruturas em aço permitiu que as obras fossem executadas sem necessidade de interromper as operações do mercado. Ao todo, foram utilizadas 494 toneladas de aço, com a estrutura deixada aparente, tirando- -se partido estético dos seus elementos. Para reforçar a contemporaneidade do projeto, foi criada uma marquise com formas geométricas inspiradas em elipse. “Com o aço, conseguimos um visual mais leve e elegante, além de uma obra rápida e limpa, na qual a perda de materiais foi praticamente zero”, comenta o arquiteto Douglas Piccolo.

Supermercado Angeloni

Centro de Exposições Vila Germânica, Blumenau, SC

Projeto arquitetônico: A+C Arquitetura • Área construída: 25.554 m² • Conclusão da obra: 2006

Construído em tempo recorde, em apenas cinco meses, o Centro de Exposições Vila Germânica,em Blumenau (SC), teve cobertura e fechamentos laterais estruturados em aço. Além da velocidade que imprimiu ao projeto, a escolha pelo material foi importante para que o espaço pudesse abrigar diferentes eventos em seu interior. “A flexibilidade de usos era um dos pré-requisitos do complexo, que deveria sediar eventos de pequeno, médio e grande portes, dos mais diversos segmentos, como feiras, congressos, festas e shows”, explica o arquiteto Alfredo Lindner, autor do projeto. A necessidade de uma obra de aparente leveza e bom custo-benefício também foi importante. “A concepção dos apoios atirantados externos permitiu uma excelente relação custo-benefício, reduzindo o peso total da estrutura, trazendo também ganhos na execução.”

entro de Exposições Vila Germânica

Refúgio São Chico, São Francisco de Paula, RS

Projeto arquitetônico: Studio Paralelo • Área construída: 82 m² • Conclusão da obra: 2007

Exemplo de arquitetura moderna e industrializada, a casa de linhas retas, localizada numa pequena cidade a 100 km de Porto Alegre (RS), foi concebida no sistema construtivo light steel frame. Perfis de aço galvanizado compõem a estrutura, formando paredes e vigas, nas quais são fixadas placas de OSB para fechamento. O revestimento externo, em lambris de pinus autoclavados e telhas onduladas galvanizadas, confere beleza e identidade à construção, que estabelece perfeito diálogo com a mata do entorno e garante o conforto térmico indispensável ao inverno rigoroso da região. “O aço é a melhor opção quando pensamos em pré-fabricação, agilidade construtiva e redução de desperdício”, diz o arquiteto Luciano Andrades, do escritório de arquitetura que assina o projeto. Depois de executadas as fundações e a laje de concreto armado, a casa foi erguida em pouco mais de duas semanas.

Refúgio São Chico

Estação Liberdade do Metrô, Porto Alegre, RS

Projeto arquitetônico: Deltacon Engenharia / Debiagi Arquitetura • Área construída: 4.881 m² • Conclusão da obra: 2012

A estação Liberdade faz parte da expansão da Linha 1 do metrô de Porto Alegre (RS), ligando o centro da capital a cidades da região metropolitana, como Canoas, Esteio, São Leopoldo e outras, somando 21 estações em 44 km. Dividida em dois pavimentos e elevada do solo – bem como todo o trajeto da expansão –, a estação tem cobertura em estrutura em aço, formada por segmentos de arcos e telhas metálicas galvanizadas do tipo sanduíche, com 170 m de comprimento, por 17 m de largura. Os acessos, constituídos de pórticos metálicos, também têm estrutura em aço, com fechamento em painéis pré-fabricados de concreto. O projeto enfatiza, ainda, o uso da iluminação zenital. “A definição estrutural visou fazer um uso inteligente da tecnologia, proporcionando estruturas seguras, confortáveis e duradouras”, diz o engenheiro Martin Beier, projetista da obra, na qual 250 toneladas de aço foram empregadas.

Estação Liberdade do Metrô

Ibis, Canoas, RS

Projeto arquitetônico: Michaelis Arquitetos • Área construída: 4.200 m² • Conclusão da obra: 2012

A construção do Hotel Ibis em Canoas (RS) superou as expectativas dos construtores e investidores. Finalizada em apenas 67 dias, com sete pavimentos e 4.500 m², a obra foi executada em sistema misto de aço e concreto. “Caso não tivesse sido adotado este tipo de tecnologia, o prazo para execução da estrutura e fachada seria de oito a dez meses”, estima o engenheiro Eduardo Giacomello, da Medabil. Composta por pilares em aço preenchidos por concreto, com vigas principais e secundárias também em aço, a estrutura do hotel conta com lajes em steel deck, além de fachadas e vedações em steel framing. Segundo Giacomello, a adoção do sistema foi essencial para garantir maior segurança, limpeza e precisão ao empreendimento.

Ibis

Bruning Tecnometal, Panambi, RS

Projeto arquitetônico: Oscar Escher Arquitetos e Urbanistas S/S Ltda • Área construída: 761,41 m² • Conclusão da obra: 2007

Principal matéria-prima dos produtos fabricados pela Bruning Tecnometal, o aço foi plenamente incorporado ao projeto da nova sede da empresa. Em uma proposta que reflete o nível tecnológico atingido pela companhia, foram utilizadas 83 toneladas do material, que funciona como o principal elemento estrutural e estético. Com dimensão de 850 m, a cobertura recebeu telhas metálicas trapezoidais em aço galvanizado, pré-pintadas e fixadas nas terças em aço com parafusos autoperfurantes, com beiral frontal de 65 cm e lateral de 150 cm.

Bruning Tecnometal

Santander Cultural, Porto Alegre, RS

Projeto arquitetônico: Roberto Loeb e Associados • Área construída: 10 mil m² • Conclusão da obra: 2001

A reforma e restauro do Santander Cultural, em Porto Alegre (RS), contou com um importante aliado: o aço. “Ele estabelece a ligação entre o passado e o presente da construção”, diz o arquiteto Roberto Loeb, referindo-se à grelha metálica do piso e às chapas brancas de tela perfurada que revestem lateralmente o ambiente. No átrio, o revestimento metálico e a vedação em vidro estão fixados em uma estrutura composta por perfis e montantes pintados em branco. Uma cobertura com arcos em aço e vidros planos transparentes também chama a atenção no local, garantindo luminosidade ao ambiente. A adoção de sistemas em aço conferiu agilidade à obra, que foi concluída em apenas quatro meses. “O aço facilitou a montagem, reduziu o peso da estrutura e garantiu peças mais esbeltas, favorecendo, ainda, a transparência do piso e da cobertura do átrio”, diz Heloisa Maringoni, responsável pelo cálculo estrutural.

Santander Cultural

Condomínio Terrara, Porto Alegre, RS

Projeto arquitetônico: Roseli Melnick • Área construída: 26.392,28 mil m² • Conclusão da obra: 2017

Estruturados em light steel framing, os sótãos de 178 casas no condomínio Terrara, em Porto Alegre (RS), foram produzidos e parcialmente montados em fábrica, transportados por 40 km, finalizados em canteiro e colocados sobre os sobrados em alvenaria para agilizar e conferir melhor custo-benefício ao empreendimento. A tecnologia, batizada como “Sótãos Voadores”, trouxe agilidade. Enquanto o processo convencional exigiria 35 dias para montar uma dupla de casas, o método adotado consumiu apenas cinco dias. “O sistema trouxe ganhos como redução em despesas indiretas, vantagens em termos de mão de obra e, também, sustentabilidade, já que não foi preciso nenhuma gota de água para concluir 50 m² de área construída em cada conjunto”, diz engenheiro Willians Amaral, da Melnick Even.

Condomínio Terrara

 

Todas as Notícias

Confira também

Não é cadastrado?

Faça agora seu cadastro no site do CBCA e tenha acesso a conteúdos exclusivos e inscrições online. O cadastro no site do CBCA é gratuito, simples e rápido.

QUERO ME CADASTRAR

INDIQUE

Obrigado!
Sua indicação de conteúdo foi enviada com sucesso.